sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Cinco dias até ao Campo Base do Evereste

video

Com o bjectivo de evitarmos as celebrações dos 60 anos da Republica da China, às quais por norma nao são "aconselhadas" a presença de turistas, saímos de Lhasa a 2 de Outubro, em três Land Cruisers. As raparigas num, os rapazes noutro e o terceiro era ocupado pelo professor, o guia e a Lucky.

Numa viagem de um dia inteiro passámos pelo Lago Yamdrok Tso, o mais importante a nivel religioso e onde o azul intenso da água e o céu limpo contrastam com os tons terra das montanhas. Seguimos para Gyantse, onde pudemos ver o Pelkor Chode Monestary e um dos três ainda restantes Kumbum (templo das 100.000 imagens), de onde se avistava na colina o Gyantse Dzong. Seguimos para Shigatse, a segunda maior cidade do Tibete, a seguir à capital, onde fomos jantar e dormir.

No dia seguinte foi tempo de visitarmos o Tashilhunpo Monestary e o mercado de rua. Seguimos caminho e parámos para almoçar numa cidade pequena, Shalu. Seguimos para Sakya, uma cidade completamente diferente das outras por que passámos. Em vez do branco preencher a cidade, era a vez do preto, cinzento e vermelho caracterizarem os edificios. O Sakya Monestary foi curiosamente assustador, perfeito para um filme de terror. Meio deserto, com animais mortos pendurados nas portas e onde ainda existe uma sala para aprisionar bruxas. Bruxas estas que são descobertas todos os anos! É verdade, estas coisas ainda existem!! Seguimos para Latse, umc "cidade" quer dizer... uma rua com casas dos dois lados... onde jantamos e dormimos no "Latse Framers Hotel", pelos vistos amigo de longa data do professor. A noite foi animada a recordar músicas de várias culturas com os locais.

O terceiro dia foi passado no carro... "Group picture" no ponto mais alto da nossa viagem, a 5220 metros acima do nivel do mar! Seguimos viagem a caminho do Campo base do Evereste mas quando chegámos o céu estava encoberto, nao dava para ver o "gigante". Agora so deixam acampar cerca de dois quilometros antes, onde tendas c lareira e mini mini cozinha estão montadas. Ao fim do dia fomos de autocarro até ao campo base, um verdadeiro carrocel, diga-se!! Mas tivemos que vir embora rápido... um problema qualquer nos nossos vistos... chatos dos chineses pah!! mas conseguimos convencer o guia e o motorista e deixaram-nos sair mal estivessemos fora dos olhares dos militares. Voltámos a pé, um caminho esplêndido... tivemos a sorte de as nuvens desaparecerem a meio caminho e a sessão de fotos começou!! Estávamos a olhar para o pico mais alto do mundo!! A noite foi passada com muito frio, mesmo com os imensos cobertores e houve ainda quem tentasse dormir la fora. -20º era o que o termometro marcava!! Mas foi a noite mais esplendida que vi... Monte Evereste, sem nuvens, lua cheia e cheio de estrelas!! incrivel!

No dia seguinte de manha, era hora de contemplar o Mt Qomolangma (nome local). Por volta das 7 da manha ja estava tudo a pé com as objectivas prontas para o nascer do sol, "Group Picture outra vez"!! Seguimos caminho e passámos ainda no"Rogbuk Monestary" a caminho de Shigatse outra vez onde fomos dormir. À noite tivemos direito a "Dico's", o Mac Donalds chines!!! Que maravilha depois destes dias a comer mal e porcamente! E ainda nos pusemos a animar a rua numa das maquinas de dança... (um pormenor... as maquinas são de pôr moedas, mas estavamos num país onde so existem notas!!! hehehe)

No ultimo dia, voltámos à estrada, parámos em Shalu, uma aldeia com meia duzia de casas e onde o mosteiro em reconstrução tem influências chinesas. Seguimos caminho até chegarmos a Lhasa, onde o banho e a boa comida do Namtso eram as duas coisas mais queridas!!!

Nisto tudo... o nosso condutor era um porreiro! A musica durante este cinco dias foi sempre a mesma, tocava e repetia, tocava e repetia... lol mas de certeza que era movido a bolachas porque cada vez que lhe oferecia cookies ele ficava todo contente e ultrapassava os outro jeeps!

A comida, as paisagens, o rabo quadrado das horas no carro, o mix de frio e calor e os imensoooossss check points dos chatos dos chineses fizeram parte desta experiencia brutal que cada vez mais fica limitada aos turistas!!! E sem duvida, ajudou para diminuir a lista de "coisas que tens que fazer antes de morer"!

Espero que gostem do viedo.. é uma pequena amostra desta aventura...

Carla

Sem comentários:

Enviar um comentário